Notícias

Filtro por empresas

Teleoperador aguarda regulamentação da profissão; saiba como ajudar

Apesar de ser uma das que mais empregam no Brasil, “teleoperador” não é uma profissão regulamentada. O que significa que a legislação ainda não prevê direitos específicos relacionados a esta atividade.
 
Mas existe um Projeto de Lei Complementar que pode mudar isso e trazer garantias importantes para este segmento. O PLC 12/2016 regulamenta a profissão de teleoperador definindo jornada de trabalho, pausas e piso salarial. 

A regulamentação da atividade ajudará a preservar a saúde de quem atua no setor. Além disso, uma vez aprovada, a lei trará maior proteção e segurança jurídica a esses trabalhadores.

Após a campanha nacional “Regulamenta Já”, organizada pela Fenattel (federação nacional), o Sintetel e outros sindicatos do País conseguiram pressionar os deputados federais, e o projeto foi aprovado na Câmara. Agora, ele está travado no Senado. 

TODOS PODEM AJUDAR! 
O Sintetel e os demais sindicatos continuam agindo para que o projeto saia da gaveta e seja aprovado pelos senadores. Mas os trabalhadores e toda a população também podem ajudar nesse processo.

Para isso, basta participar de uma consulta pública que o Senado abriu. Nela, todos podem votar de forma simples. 

Acesse o link (Consulta Pública – Teleoperador) e responda “SIM”! 


Vamos pressionar os senadores a votarem a favor dos quase um milhão de teleoperadores do Brasil!

Comunicado

PESQUISA - OPERADORAS

Trabalha em operadora de telefonia no estado de São Paulo ? 
Para você, além do reajuste nos salários e benefícios, o que é mais importante para ser negociado no próximo Acordo Coletivo? 

Ajude o Sindicato a ter mais argumentos durante as negociações deste ano. 

Facebook